Caso Manoel Bezerra: Arma e suspeitos são apreendidos

bezerra

Veja informações coletados no portal correio e paraíba 1:

O coronel Kelson Chaves, comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, disse nesta quarta-feira (28 ) que a arma encontrada com um dos acusados detidos ontem foi a que matou o advogado Manoel Mattos, segundo perícia realizada na espingarda calibre 12. A declaração do coronel foi concedida à TV Cabo Branco, de João Pessoa.

Além do sargento reformado da Polícia Militar Inácio Flávio Pereira, também foi preso na noite de ontem um homem identificado como José Nilson Borges, funcionário de um mercadinho próximo ao local de onde ocorreu o crime. Ele está preso na Central de Polícia de João Pessoa, enquanto Inácio está detido no 5º Batalhão da Polícia Militar, localizado no bairro do Valentina, também na Capital.

A prisão dos acusados ocorreu com a presença do coronel Kelson, que foi pessoalmente a Itambé (PE) e Pedras de Fogo (PB) para buscar o sargento, que ao saber que era apontado como um dos suspeitos de imediato colocou-se à disposição da Polícia. Inácio foi detido porque há cerca de um mês teria feito ameaças em público, numa churrascaria, a Manoel Mattos.

O militar já havia sido apontado pelo deputado Federal Luiz Couto (PT) como provável envolvido no caso. Segundo ele, “Flávio Inácio Pereira sempre que se embriagava, dizia para quem quisesse ouvir que um dia iria matar o advogado Manuel de Mattos”.

Cláudio Roberto, mais conhecido por Claudinho, foi preso por policiais na divisa de Pernambuco com a Paraíba. A polícia inclusive apreendeu com ele uma espingarda calibre 12, que teria sido fornecida por ele para executar o advogado.

Apesar de confirmar estas informações, Eitel Santiago deixou claro que a força tarefa tem atuado em sigilo e que todas as informações ficam centralizadas do delegado Walter Brandão, que preside o inquérito e que “vai disponibilizar todas as informações quando for a hora”.

Como se vê em destaque há imprecisão sobre o nome do segundo acuso, com quem estaria a arma. Além dos praticantes do crime é interessante investigar a existência de mentores intelectuais deste crime, pois como se sabe há um grupo de extermínio em ação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: