O fim do combate a corrupção no Brasil

Muitas pessoas com influência e poder no estado brasileiro têm interesse que as operações de combate a corrupção acabem ou míngüem. São empresários, políticos, juristas, pessoas com muito dinheiro e que são alvos constantes da polícia, afinal quem corrompe neste tipo de ação são pessoas da elite econômica do País, que geralmente são da elite da política e da opinião pública. Deste modo, vários interesses convergem para que a polícia diminua sua atuação no combate a corrupção, cada qual aproveita um momento para dar uma alfinetada dura na PF.

Será que a policia federal só começou a cometer irregularidades a partir das suas operações de combate a corrupção? Antes ela atuava na legalidade, agora não? O estado policial não existia antes, agora sim? Talvez a PF continue a mesma, mas os alvos é que são outros, estes, agora são poderosos.

Diversas pessoas se levantam contra a forma de atuação da polícia federal a partir do momento em que ela passa a combater a corrupção, a mexer com gente grande. Esses levantes revelam um implícito privilégio em relação às pessoas da elite econômica.

A CPI do Grampo de Itagiba começou em outubro de 2007. Chega-se hoje em 2009, buscando ar para sobreviver e encontrou isso na operação satiagraha, um verdadeiro bode expiatório. Inclusive para políticos com medo de ser investigado ou de ter o nome aparecendo na HD de Dantas.

Gilmar Mendes acusa sem provas a PF de grampear o STF deste 2007. Porque acusar a PF e não aqueles que a PF prendeu e investigou? Será que estes não têm grande interesse nas suas questões que o STF julga? Afinal quem grampeou o mundo e fundo foi a Kroll a mando de Daniel Dantas. As escutas da PF quem faz são as operadoras telefônicas a mando de Juiz e já foi provado que a ABIN não possui equipamentos para fazer tais grampos. Com certeza os policiais devem se sentir tristes depois de fazer um grande trabalho e ver o judiciário soltar muitos dos presos, mas sair da tristeza para o grampo, e mais do STF, não seria demais?

A tentativa de desqualificação do trabalho da PF de combate a corrupção deságua na imprensa, com suas acusações de que a PF fez escutas ilegais, grampeou jornalistas, privilegiou certas empresas jornalísticas (quanta inveja). A imprensa ficou chateada com as acusações da PF de que seus jornalistas estariam corrompidos por empresários e políticos, participariam de um sistema Dantas de comunicação; já não bastava o dossiê de Nassif contra a Veja e o constante relembrar de Paulo Henrique sobre o PIG. A imprensa passa a mostrar que quem é questionável é justamente a PF, que acusa os jornalistas de prática ilegal.

Vale lembrar que Dantas participou da privatização das teles e justamente naquelas compras em que mais há suspeitas de ilegalidade. Vale lembrar que Dantas grampeou pessoas íntimas do governo e até membros do planalto. Vale lembrar que Dantas e suas empresas participaram do mensalão, afinal a satiagraha é um afluente do mensalão. Vale lembrar que Dantas possuem empresas que fazem operações financeiras ilegais para seus clientes, estas clientes devem ser pessoas com muito dinheiro, pessoas da elite econômica, provavelmente, empresários e políticos. As pessoas ligadas a estas operações suspeitas de Dantas não querem ver seus nomes na mídia e não querem ser punidos pela justiça, se forem. Essas pessoas se juntam a aquelas que têm medo da PF bater em sua porta e que desejam que suas operações acabem, antes de ser o próximo alvo.

abc

É muita gente com poder e influência querendo que a PF acabe com suas operações de combate a corrupção. É muito medo, e o medo move as pessoas…. O Brasil é refém dos corruptos. Esse tema atravessa o governo Collor, FHC e Lula sem uma resolução. Os problemas econômicos são minimizados, pessoas aumentam de renda, mas a corrupção perpassa todos os governos. Agora que a coisa estava começando a ser combatida de frente, querem melar o jogo… não o deles, o da polícia.

Vajam esse vídeo muito interessante que vi no Nassif. Vejam principalmente a parte final a partir dos 15 minutos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: