Folha filtra notícias para atingir imagem de Lula

25 março, 2009

Hoje saiu loga entre as principais chamadas da Folha On line a seguir manchete: Crise econômica pode ser risco substancial para o PT, diz jornal dos EUA. 

folha-sp

 

Esse “um jornal” que a Folha cita é o Wall Street Journal. Soa como se alguém lá dos EUA estivesse também atento a crise que atinge o País e as pesquisas que o Datafolha lança. Entretanto a Folha não destacou nem noticiou manchetes deste mesmo Jorna americano que saiu esta semana. Veja o que diz o blog Anais Políticos:

WALL STREET JOURNAL: “LULA TEM RAZÃO”

 

Devidamente lembrado pela colega da blogsfera Gloria Leite, leio na BBC o seguinte: 

“A colunista (do Wall Street Journal) se mostrou impressionada com a palestra que o presidente brasileiro fez em uma conferência para investidores patrocinada pelo Wall Street Journal em sua visita a Nova York na semana passada. “Se a tarefa de um líder durante uma crise é inspirar confiança então (…) o presidente Lula da Silva estava fazendo horas extras.”

Durante a palestra, Lula fez “algumas advertências sutis sobre como as coisas podem se tornar difíceis se os Estados Unidos continuarem a lidar mal com seu papel de liderança financeira” no mundo.

O’Grady disse que o presidente brasileiro “tem razão”. “

Vejam bem, senhoras e senhores. O´Grady, uma jornalista americana de um dos principais jornais de negócios do mundo, disse que o Presidente brasileiro TEM RAZÃO!

Estranho a Folha não ter dado essa notícia não? Mais estranho foi a Folha não ter dado esse destaque toda ao reportagem da ewsWeek que coloca Lula na Capa. Trata-se também de uma revista dos EUA. A Folha colocou apenas uma chamada no blog Toda mídia, que também tem as capas de vários jornais e revistas dos Brasil e EUA. 
Veja a chamada que Luis Nassif colocou:

Desde sábado na home e na capa da edição regional da “Newsweek” (acima), “Lula fala” e “Nós temos que ser arrojados”. É uma entrevista ao escritor e editor Fareed Zakaria. Nos enunciados internos, “Lula quer lutar” e, abaixo, “Revigorado pela crise, presidente do Brasil diz que reza por Obama”.
Nas perguntas, coisas como “Você é provavelmente o líder mais popular no mundo. Por quê?”. Até quando buscou ser mais crítica, a revista levantou questões como: “Você é um grande símbolo da democracia nas Américas, mas ainda assim alguns dizem que se cala enquanto Chávez destrói a democracia na Venezuela. Por que não falar?’”. Nas respostas, nada de novo.

Quais são os critérios. Notícia ruim e críticas, destaca, notícias boas evalorização, esconde?
Anúncios