A velha e a “nova” política paraibana… até quando.

Duas notícias me causaram estranheza nesses dias. Pois bem, o ex-governador Cássio parece que vai ter um programa de Rádio e um blog e os prefeitos Jota Júnior e Marcos Odion vão fazer dobradinha, um sai de Bayeux para se candidatar em Santa Rita e o outro faz o cominho inverso.

Não é novo que políticos tenham espaço na mídia como apresentadores e mesmo com blog, talvez o inverso seja mais comum apresentadores que viram políticos. Mas Cássio inova para manter sua visibilidade social e angariar votos com sua capacidade comunicativa. Agora é esperar como será esse programa? Será recheados de críticas ao governo atual? Será um programa político onde o governador pode propagar suas teses, inclusive aquela do maior erro da justiça brasileira da história? 

Realmente, trata-se de uma inovação em termos de atuação política na Paraíba. Isso mostra como a mídia Paraíba está cada vez mais loteada politicamente e revestida da noção de isenção. A mascara será sustentada até quando? Esse loteamento mostra mais uma vez como o poder econômico ainda domina a política, onde é o dinheiro que rege as coisas, agora com base em novas estruturas. Só a educação de qualidade pode tirar o povo de possíveis manobras de qualquer parte.

Para completar, dois prefeitos fazem dobradinha para dominar duas das mais cidades em termos econômicos do estado. Pode até ser válido e legalmente aceito, mas trata-se de um desrespeito ao eleitor. Alias essas atitudes de que políticos possuem lotes eleitorais espalhados pelo Estado sempre me causa mal. Eles imaginam que podem chegar aqui e aculá que terão eleitores zumbis votando neles. Se eu fosse de Santa Rita diria: “Jota, quem disse que você tem voto aqui? Porque não vais ser deputado? Pois que venham, se vocês acham que mandam aqui….” 

Creio que esse tipo de “dobradinha” não renova a política local e perpetuar certas figuras. É um mecanismo de burlar a regra da reeleição e desrespeito aos eleitores. Creio que era melhor ser deputado e representar a região e não ficar encontrando mecanismos não-louváveis para perpetuar poder. 

Eleitores: a Paraíba não é um conjunto de gado loteado para políticos de qualquer bandeira, não. Para conseguir nosso voto eles têm que suar, tem que argumentar, mostrar projetos bons e passado de trabalho. Nosso voto não é certo de antemão, não. Somos independentes e votamos em quem nós queremos. Não pensem que é só chegar e pronto. Abrir a porteira e largar seus votos. Não faço parte de loteamento político.

2 respostas para A velha e a “nova” política paraibana… até quando.

  1. Murilo disse:

    Se o partido e/ou o candidato nao forem seriamente comprometidos c/ o social, c/ as causas socilaistas, será sempre assim.

    Trocam-se as moscas, mas a merda será sempre a mesma.

    Inté,
    Murilo

  2. Esperamos que a sistemática de acordos irregulares e apadrinhamentos acabem na política do Brasil.

    Até o Senado Federal está deixando de ser exemplar em suas decisões legais.

    Um pandemonho esses senadores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: