Blog da Petrobras – mídia constrangida!

O blog da Petrobras está virando uma polêmica apesar de seus poucos dias de vida. A empresa criou um blog para divulgar suas posições sobre as várias notícias que são veiculadas na mídia sobre a sua atuação, e mais especificamente para responder aos questionamentos da CPI da Petrobras.

A grande imprensa ficou com mal-estar ao saber que as perguntas e respostas trocadas entre seus reporteres e os assessores de imprensa da Petrobras foram divuldadas na íntegra, antes mesmo que tais informações fossem utilizadas nas reportagens. Para a impresa, isso era ilegal, era vazamento de informações e esvaziava as materias e seu ineditismo. Vejam algumas reações da mídia. Repare bem como o blog é interpretado nos títulos dos jornais:

blog da petro

 

O mais engraçado é que a grande mídia se sentiu ofendida, constrangida e contrariada. Sua reação foi uma desqualificação via verbos “vazar” e “rebater imprensa”. Com diz o blog do azenha, porque os jornais investem contra o blog? Porque eles rebatem a imprensa? Eles são eixos de referência?

A revolta da imprensa é no mínimo instigante e paradoxal. Esta que prega a transparência, a liberdade de opinião e expressão, a livre circulação de informações como elementos básicos da democracia, MAS fica ofendida quando a petrobras divulga informações dos e-mails, pois isso vai “melar” o negócio deles (antecipando notícias), que é oferecer notícias inéditas e “fresquinhas”. Fica ofendida porque a empresa expressa sua opinião, como se a imprensa fosse tão imparcial que não interpreta, nem manipula ou inventa nada em suas reportagens. Fica ofendida como se a empresa fosse obrigada a mostrar sua opinião apenas na coluna de leitores ou em parágrafos mal feitos de editores.

Muito interessante é ver a mídia quase pedir privacidade, ou sentir sua privacidade invadida quando reclama que o blog publicou as perguntas e respostas. As peças inverteram. Lembra dos paparazzi…

O mais engraçado é que a imprensa não pode ir contra a atitude da Petrobras, pois ir contra isso, é ir contra a própria natureza da imprensa. Por outro lado, essa irritação dos meios de comunicação revela como eles não estão preparados para lidar com o contraditório, para serem questionados, para mostrarem seus erros. Vivem numa caixa preta da qual não querem sair.

O que esse blog faz é justamente abrir esta caixa e mostrar, não em sua totalidade, mas em partes significantes, como reportagens são construídas e como manchetes são formuladas. Como a mídia vive de interpretações e não de imparcialidade. Como imagens da realidade são vendidas nas capas de jornais, muitas das vezes sem a devida ou responsável construção.

A mída sempre teve uma postura agressiva quando é questionada ou intimidada, parte logo para a desqualificação daqueles que a questiona, o que para mim é um mal cultural que está presente em muitos jornais e jornalistas. A mídia não produz verdades inquestionáveis, lembrem de informar isso e não ocultar este fato. Mídia não pode resguardar ou exigir para si o papel de dar a palavra final sobre fatos e acontecimentos. Ela é apenas um agente, mais um, para gerar informações aos indivíduos e a sociedade. O blog tem seu papel, se invade as “funções” da grande mídia, paciência.

Vamos ver como será os próximos capítulos desta interação.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: