A república palaciana do Brasil está alvoroçada

26 março, 2009

pizza

Para muitos que pensaram que a PF acabaria de vez com as operações de combate a corrupção (entre eles este blog – embora fosse muito mais uma alerta e denúncia) e similares, deu de cara com mais uma operaçao que colocou a república de cabeça para baixo. Trata-se de Castelo de Areia. Nesta a PF prendeu doleiros e diretores da construtura Camargo Corrêa (Veja no site no link grupos> perfil> estrutura societária) por crimes financeiros. 

Ou a empresa não comtabilizava uma soma substancial (na casa dos milhões) de dinheiro ou a empresa estava lavando dinheiro ilegal obtido de licitações fraudadas ou os dois. Estas são as suspeitas. Por ela teria usa tal verba para financiar campanhas de partidos políticos, via intermediação de pessoas da FIESP. Pode? Pode!!!

Pois bem, foi só divulgar os nomes dos partidos, quais sejam PSDB, PPS, PDT, DEM, PP e o PMDB do Pará que um bando de políticos sairam correndo para desmentir, descaracterizar a operação, acusar o governo de uso político da PF etc etc etc… As pessoas esquecem que nesse meio tem partidos ligados ao governo, como o PSB e partidos da linha trabalhista, como o PDT. Esquecem que foi a mesma PF que numa operação tinha colocado o PT em apuros, inclusive com uma foto vazada (o delegado que vazou não sofre processo, que coisa hein?!). Como se diz, a melhor defesa é o ataque. Aí o ministro teve que se manifestar.

Os partidos é claro começaram a soltar notas e discursos avisando que as doações que receberam na empresa foram legais. Nada de mais obvio. O que entra pelo caixa dois, se entrou, ninguém conta, nem legaliza, nem presta conta. As investigações referem-se a doações ILEGAIS. É bom repetir ILEGAIS. 

Outra linha de acusação é dizer que a empresa também deu dinheiro para partidos que não estão nesta lista, como o PT. A Folha de São Paulo, quem mais poderia ser, soltou logo a “notícia”, nada descarada: PT será investigado também. É desejo? Se aquela ilegalidade do Castelo de Areia for provada é claro que aqueles que não apareceram na invetigação se beneficiaram da sorte, do destino, do grampo ter pego um telefone e outros não. Enfim… Se for mais a fundo não sobra pedra sobre pedra. Essa é a aposta do blog acerto de contas

Vale lembrar que querem a cabeça do Juiz De Sanctis, que também está nesta investigação. Já, já pedem a cabeça do delegado. Como se ver, essa estratégia de desqualificar as investigações é forte. Como se vê, estamos em estada de espera e a PF, o MP e a justiça tem que avançar na investigação, o resto são defesas, acusações e a maioria até aqui sem nada de substantivo.

A grande mídia já começou a atirar para todos os cantos, para compensar as denuncias que pesam sobre seus aliados. Veja o que diz o blog Anais Políticos sobre O Globo. E veja o que mostra Azenha. Veja mancjete de Claudio Humberto: Empresa da Camargo bancou o PT-SP.

A república palaciana do Brasil está estremecida. Acho que muita gente não durmiu de ontem para hoje. A PF não pode parar. Vamos ver se acabam com a cultura da pizza. Porque ela está cada vez maior. Do tamanho do Brasil.

Anúncios